quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Dia da comunidade alemã é tema de sessão solene na Assembleia

Prestes a completar dois séculos da chegada dos primeiros imigrantes alemães no Brasil, essa comunidade foi homenageada nesta segunda-feira, 22/8, pela Assembleia Legislativa de São Paulo, Estado cuja região metropolitana concentra o maior número de empresas alemãs fora da Alemanha.

A deputada Célia Leão, que presidiu o evento, declarou que a comunidade alemã leva contribuição para qualquer país.

Ela afirma que o Brasil e São Paulo acabam ganhando, pois milhares de alemães residem no Estado. "Isso significa, também, um apoio integral em saúde, educação, desenvolvimento, tecnologia e geração de divisas. Eles contribuem com indústrias e outras áreas, sempre com tecnologia de ponta. Nós aqui da Assembleia temos obrigação, além do prazer, de todos os anos fazer essa saudação à comunidade alemã", ressaltou.
A educação foi destaque na cerimônia. Mauritius Reisky Von Dubnitz, diretor e vice-presidente da fundação Visconde de Porto Seguro, foi homenageado com uma placa comemorativa. "Estamos recebendo 170 alemães como intercambistas e também enviamos para a Alemanha, a cada ano, essa quantidade de alunos. Formamos mais de mil alunos que tem a total possibilidade de, a qualquer momento, estudar em uma universidade alemã. E isso muito nos orgulha", declarou Mauritius.

O Estado de São Paulo possui a maior comunidade alemã do Brasil, que trabalha não só nas indústrias e comércio, mas também na área cultural. "Somos 60 instituições de língua alemã em São Paulo e nos reunimos a cada dois meses para verificar o que podemos melhorar para contribuir com São Paulo", enfatizou Klaus Wilhelm Lege, presidente da Corporação Alemã de São Paulo.

Participaram da mesa, além dos citados, Axel Zeildler, cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, e Stefan Graf Von Galen, presidente do Colégio Benjamin Constant.

Mauritius Reisky Von Dubnitz, Stefan Graf Von Galen, Célia Leão, Axel Zeidler e Klaus Wilhelm Lege

Semana Nacional da Pessoa com Deficiência


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

VINHEDO - Semana da Pessoa com Deficiência

Campanha sobre vagas exclusivas “Volto Já” será lançada na 13ª Semana da Pessoa com Deficiência
Durante a 13ª Semana da Pessoa com Deficiência em Vinhedo, que acontece de 27 de agosto a 04 de setembro, será lançada a Campanha “Volto Já”, para conscientização sobre as vagas exclusivas de estacionamento para pessoas com deficiência.  A ação pretende surpreender as pessoas, que encontrarão uma cadeira de rodas estacionada em uma vaga de estacionamento convencional. 
A iniciativa é do Centro Especializado Integrado de Vinhedo (CEIVI), e promete causar surpresa. O objetivo é orientar os motoristas que fazem uso indevido da vaga. 
“Estacionar na vaga correta garante o fácil acesso aos espaços para quem possui mobilidade reduzida, seja pela idade ou alguma deficiência. Essas pessoas são beneficiadas com vagas demarcadas em locais estratégicos e as pessoas precisam compreender que aquele espaço é feito para quem realmente precisa”, explica o Prefeito Jaime Cruz.
A 13ª Semana da Pessoa com Deficiência em Vinhedo é promovida pela Prefeitura de Vinhedo por meio do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência. 
Veja a programação completa:
27/8 (8h às 11h): Entrega de panfletos explicativos, Campanha “Volto Já”, Faixas com informações da Campanha. Local: Rua Nove de Julho
29/8 (9h às 10h, 11h30 às 13h30, 14h): Entrega de panfletos explicativos, Campanha “Volto Já”, Faixas com informações da Campanha. Local: EM Abraão Aun, Ceivi, Posto de Gasolina no Portal
30/8 (10h às 15h): Entrega de panfletos explicativos, Faixas com informações da Campanha. Local: Semáforo em frente a Santa Casa de Vinhedo
01/09 (9h às 10h30, 11h30 às 13h30, 15h às 16h30): Entrega de panfletos explicativos, Faixas com informações da Campanha. Local: UPA, EM Profª Antônia do Canto e Silva e Supermercados Infanger.

Fonte: Assessoria Prefeitura Vinhedo

Novos Projetos de Célia Leão



 A deputada estadual Célia Leão deu entrada aos seguintes Projetos de Lei na Assembleia Legislativa de São Paulo:


Projeto de Lei 617/2016
Determina a disponibilização de leitos apropriados para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida em hotéis, motéis, albergues, pousadas e assemelhados.

Os hotéis, motéis, albergues, pousadas e assemelhados , deverão dispor de, no mínimo, 5% (cinco por cento) de seus quartos, suítes ou leitos para a utilização por pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.


Projeto de Lei 616/2016
Institui o "Dia dos Conciliadores e Mediadores Judiciais e Extrajudiciais”.
A presente propositura visa instituir o Dia dos Conciliadores e Mediadores Judiciais e Extrajudiciais no Estado de São Paulo, com o objetivo de disseminar uma sociedade conciliadora e permeada pela cultura de paz, por meio da resolução de conflitos de modo consensual e do diálogo aberto e pacífico entre as partes, a ser comemorado anualmente no dia 23 de setembro.


Projeto de Lei 597/2016
Dispõe sobre a obrigatoriedade da presença de paramédicos e da disponibilização de aparelho médico que específica, nos parques públicos e privados do Estado de São Paulo.

A presença dos profissionais a que se refere esse projeto, bem como a disponibilização do aparelho deverá ocorrer durante todo o período de funcionamento do parque.

Nos últimos meses tivemos diversas notícias de ocorrências médicas como o infarto e arritmias cardíacas em usuários de Parques Públicos e Privados do Estado de São Paulo, as quais, muitas vezes acabam em óbitos pela ausência de atendimento em tempo hábil.

Na cidade de Campinas, por exemplo, no último mês de maio, segundo noticiado pelo Jornal Local “Correio Popular”, quatro mortes foram registradas decorrentes de ocorrências cardíacas de usuários do Parque da Lagoa do Taquaral.

Casos como esses acabam acontecendo uma vez que, inúmeras são as pessoas que se arriscam a praticar atividades físicas, sem possuírem o condicionamento físico adequado.


Projeto de Lei 596/2016
Dispõe sobre a implementação de atividades com fins educativos para reparar danos causados no ambiente escolar na Rede Pública Estadual do Estado do São Paulo. De acordo com e projeto apresentado os estabelecimentos de ensino da rede estadual ficam obrigados a executar a aplicação de atividades com fins educativos como penalidade a eventuais danos provocados por alunos às dependências da unidade escolar.

A aplicação de atividades com fins educativos deverá ser exercida e acompanhada pelos gestores escolares.

Na aplicação das penalidades serão consideradas a natureza e a gravidade da infração cometida, os danos que dela provierem, tanto em relação ao patrimônio público ou particular, quanto a integridade física dos colegas, professores e servidores.

O PL também determina que o gestor escolar providencie a revista do material escolar, quando houver suspeita de que o estudante esteja carregando algum objeto que coloque risco a integridade física própria ou de terceiros.

Os pais ou responsáveis que não acompanharem a frequência e o desempenho escolar de seus filhos ou que não atenderem à convocação do gestor escolar, para comparecimento à escola, terão suspensos todo e qualquer benefício social.

Jornal Célia Leão


segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Projeto quer vetar transportadoras de valores em áreas urbanas de SP

Decisão visa afastar ações criminosas de centros populosos do estado.

Um projeto de lei publicado no dia 11 de agosto no Diário Oficial do Estado de São Paulo, quer proibir que empresas de segurança e transporte de valores se instalem dentro de perímetro urbano de cidades paulistas. A medida também fixa horários específicos para entrega e retirada de valores, bem como outras providências menores.

O PL 615/2016, de autoria da deputada Célia Leão (PSDB), ainda precisa passar por comissões da Assembleia Legislativa antes de ir a votação no Plenário da Casa. Se aprovado, irá ao governador, que definirá se sanciona ou não a lei.

Segundo a proposta, a proibição visa afastar de centros populosos tentativas violentas de roubo a empresas do ramo. No início da noite desta quarta-feira (10), cerca de 15 bandidos armados participaram de um roubo a um carro-forte na Zona Leste da capital paulista. Posteriormente, seis suspeitos foram detidos em flagrante pela polícia civil.

De acordo com o texto, a instalação dessas empresas deve ser feita apenas "em áreas rurais e locais onde não existam colônias agrícolas, condomínios rurais ou áreas com adensamento populacional". Além disso, o projeto quer que o recolhimento ou o recebimento de valores só aconteça entre 22h e 7h. O PL Para as empresas já instaladas em áreas urbanas haveria prazo de dois anos para mudança.

Ainda segundo o projeto, todas as operações de valores deverão ser efetuadas em área reservada, "com proteção individual do veículo e dos seus ocupantes. Quem descumprir a medida terá de pagar multa de 5 mil Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (UFESP's), no valor de R$ 23,55, cada. A tarifa será dobrada em caso de reincidência.

PARA OUVIR A ENTREVISTA DA DEPUTADA CÉLIA LEÃO NA CBN


CLIQUE AQUI

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

CCJR aprova criação da Carteira de Identificação de Nome Social

Com o documento, travestis e transexuais não terão de usar prenome que não condiz com sua identidade

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCRJ), presidida pela deputada Célia Leão, aprovou nesta quarta-feira, 10/8, parecer favorável ao PL 1.611/2015, de autoria do deputado Edmir Chedid (DEM), que institui a Carteira de Identificação de Nome Social (CINS), para travestis e transexuais no Estado. A finalidade do projeto é proteger o indivíduo contra humilhações e discriminações em razão do uso de um prenome que não condiz com sua identidade.

Com isso, a intenção é também assegurar o cumprimento de políticas públicas de combate à homofobia e promover o exercício da cidadania e a inclusão social desses cidadãos, respeitando a identidade física e psicológica deles.

Durante a mesma reunião foi aprovado o Projeto de Lei 130/2016, de autoria da deputada Analice Fernandes (PSDB) e outros, que visa erradicar a violência e a descriminalização em razão de gênero.

 

Estado anuncia segunda Delegacia da Mulher em Campinas

O secretário de segurança pública do Estado, Mágino Alves Barbosa Filho,  anunciou a instalação da 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) no prédio da 2ª Seccional em um prazo de até 60 dias.

O anúncio foi feito durante a visita das novas instalações da 4ª Delegacia da Divisão Especializada de Atendimento ao Turista (Deatur), no Aeroporto de Viracopos.

Essa será a primeira atividade do novo titular da 2ª Seccional, José Henrique Ventura, que assume o posto a partir desta quinta-feira. O delegado Joel Antônio dos Santos, então responsável pela 2ª Seccional, irá para Bragança Paulista.


Fonte: Correio Popular

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Corredor Metropolitano Biléo Soares avança em Hortolândia

O governador Geraldo Alckmin entregou nesta quarta-feira (10) mais dois equipamentos previstos nas obras complementares do Corredor Metropolitano Biléo Soares: a Estação de Transferência Pinheiros e a Parada Emancipação, localizados em Hortolândia. Ambos trazem mais opções e conforto para a mobilidade dos usuários na Região Metropolitana de Campinas. O Governo do Estado investiu R$ 117,5 milhões no trecho.

“São duas obras importantes para a região que já são entregues e operando para ajudar o corredor metropolitano noroeste que atua com ônibus biarticulados. Melhorando então, a ligação metropolitana entre as cidades”, disse o governador.

Com uma área de plataforma que totaliza 840m², a Estação Pinheiros está localizada no canteiro central da avenida Olívio Franceschini. Dispõe de 24 paraciclos, facilitando a mobilidade dos usuários que preferirem percorrer um trecho do itinerário de bicicleta. Na fase inicial de operação, vai receber diariamente cerca de 10 mil usuários que utilizarão oito linhas municipais e intermunicipais. Serão 400 partidas diárias incluindo serviços dentro do município e de ligação com Campinas e Sumaré.

A Parada Emancipação, também na avenida Olívio Franceschini, conta com uma área de plataforma de 450m² e 16 paraciclos instalados.


Lei do Farol Baixo



Fonte: Correio Popular